Glossário de Marketing Digital - Tudo o que precisa saber!

Glossário de Marketing Digital - Tudo o que precisa saber!

Se você está começando no mundo do Marketing Digital ou até mesmo se você já tem anos de experiência já se deve ter deparado com uma imensidão de termos e siglas que por vezes não tem ideia do que significam. Este glossário serve precisamente para ajudar a esclarecer o que significa cada um desses termos e em que contextos eles são normalmente utilizados.

Adwords - Também conhecido por Google AdWords. É um programa do Google que é usado por anunciantes para colocarem os seus anúncios nas páginas de resultados (SERP’s), no Youtube e em toda a rede de sites do Google. O Adwords é a principal rede de anunciantes.

Adsense - É também uma plataforma do Google que neste caso permite a monetização de sites. Ou seja, através deste programa você permite ao Google colocar publicidade nos seus sites e com isso consegue gerar dinheiro e rentabilizar o seu projeto.

Analytics - Normalmente este conceito está sempre associado ao Google Analytics e não é mais do que a ferramenta que o Google disponibiliza para mensurar todo o tipo de métricas de um site. Desde a origem dos visitantes, o seu percurso no site, o seu comportamento, etc.

Backlink (Links externos) - Por vezes também nos referimos a um backlink apenas como um link. Resumidamente trata-se de um hiperligação de um site para outro. A quantidade e qualidade de backlinks são um fator importante para o SEO de qualquer site.

Banners - São as imagens, vídeos ou animações (anúncios) que você costuma ver em vários sites. Existem em vários formatos e normalmente seguem algumas regras. Os tamanhos mais populares são: 250 x 250; 300 x 250; 728 x 90; 300 x 600; 160 x 600.

Black hat - Conjunto de práticas que normalmente estão associadas a ações pouco éticas e muitas vezes feitas em massa com o intuito de melhorar o posicionamento de sites.

Bounce rate (taxa de rejeição) - É medido em porcentagem e corresponde ao número de visitantes que saem da página/site imediatamente sem terem tido nenhum tipo de interação com o mesmo.

Browser - Significa navegador de internet. Trata-se de um programa desenvolvido com o intuito de permitir a navegação entre várias páginas na internet.

CTR (Click through rate) - Porcentagem de clicks em anúncios depois de visualizarem o mesmo. Ou seja, se 1000 pessoas virem um página com 1 banner (1000 impressões) e apenas 10 clicarem no anúncio, isso significa que existe um CTR de 1%.

CPL (Cost per lead) - Custo por lead. Significa o custo que temos para captar um novo lead. Podemos calcular este valor dividindo o nosso orçamento para aquisição de leads pelo número de leads conseguidos com o mesmo.

CPM (Cost per mille) - Custo de cada mil impressões. Ou seja, é o valor que um anunciante paga para para ter o seu anúncio exposto em mil impressões.

Crawler - Resumidamente é um software que escaneia todos os sites da internet. Servem para descobrir novos conteúdos ou partes de um site e perceber a sua relevância para o index a que estão associados. Ou seja, descobrem um conteúdo e depois avaliam a possibilidade de esse conteúdo ser indexado ou não. São usados pelos motores de busca.

CTA (Call to action) - Chamada à ação. Todo e qualquer elemento em um página que leve o usuário a tomar uma ação. Por exemplo, “Saber mais”, “Comprar”.

Conteúdo duplicado - Refere-se ao mesmo conteúdo que aparece em dois locais diferentes na internet. Pode tratar-se apenas de uma porção de texto ou um artigo completo. O conteúdo duplicado está normalmente associado a duas situações. A primeira acontece quando alguém copia o conteúdo de um terceiro e o publica no seu site, sendo isto considerado plágio. A segunda situação, e não menos importante, acontece quando o mesmo conteúdo aparece repetido em duas partes diferentes de um mesmo site. Ambas as situações são muito prejudiciais aos olhos do Google.

Cookies - As cookies são ficheiros que armazenam temporariamente informação sobre um usuário. Estes ficheiro permitem assim saber alguns dados do usuário o que se torna muito útil para segmentar campanhas. São fundamentais para campanhas de Remarketing.

Densidade da keyword - É o número de vezes que uma determinada keyword aparece ao longo de uma página tendo em conta o número total de palavras que nela existe. Expressa-se normalmente em porcentagem. Exemplo: Em um texto com 1200 palavras em que uma keyword aparece 12 vezes, podemos dizer que essa palavra-chave tem uma densidade de 1%.

Display Ads - Anúncio numa rede de display que podem ter vários formatos, imagem, vídeo, áudio.

Dofollow - É o termo usado para designar a ausência de um atributo “nofollow” em um link. Por defeito todos os links normalmente são “dofollow”.

Domínio - É o URL principal de um site, ou seja, é o principal endereço de um site. Exemplo:https://www.trustiu.com/pt 

Ecommerce - A tradução literal seria comércio eletrónico e é o conceito utilizado para nos referirmos a qualquer negócio online.

Featured Snippet - É uma resposta rápida dada pelo google, que está em destaque no topo da SERP e tem diferentes formatos. Esta resposta é parte de um conteúdo que o Google considera relevante para uma determinada pesquisa. É considerada a posição 0 na SERP.

Funil de vendas - Conceito conhecido como uma pirâmide invertida em que se tentam representar os diferentes estágios dos potenciais clientes de uma empresa. São usadas três siglas para três etapas distintas do funil; Tofu (topo do funil), Mofu (meio do funil) e Bofu (fundo do funil). Dependendo da etapa do funil em que o potencial cliente se encontre devem ser usadas diferentes estratégias de marketing.

Impressões - Refere-se ao número de vezes que um determinado anúncio foi exibido.

Inbound marketing - É um conceito de marketing em que se pressupõe que é o cliente que chega à empresa e não a empresa que o procura. Para que isso aconteça a empresa utiliza várias estratégias sendo a principal o Marketing de conteúdo. Parte-se do princípio que é necessário estabelecer uma relação com o cliente antes de acontecer a venda.

Index - Refere-se normalmente ao número de páginas que o Google tem armazenadas para mostrar no seus resultados. Este conceito é muitas vezes confundido com Ranking, no entanto são coisas totalmente diferentes.

Indexar - É o verbo normalmente usado para nos referirmos ao fato de o Google nos ter indexado alguma página, o que significa que a partir desse momento essa página já poderá começar a aparecer nos resultados do Google.

Keyword (Palavra-chave) - Como o nome indica é o conceito usado para nos referirmos aos temas principais de uma determinada página. É um dos fatores mais importantes em SEO.

KPI’s (Key performance indicators) -  São os indicadores que uma empresa ou indivíduo usa nas suas estratégia. Servem para medir e analisar o sucesso de determinadas ações e podem ser diferentes dependendo do que se pretenda medir.

Landing Page - São todas as páginas onde o usuário chega depois clicar em um link. A maior parte das vezes este conceito está associado à captação de leads, uma vez que é normal criar landing pages apenas com esse intuito.

Lead - Potencial cliente que em determinada etapa do funil interagiu com a empresa.

Links internos - São as hiperligações que existem dentro de um site e que direcionam a outras partes desse mesmo site.

Long tail keyword - Trata-se de uma keyword mais específica e normalmente sempre composta por mais de três palavras. Exemplo: “Como conseguir um comprador para o meu site”. São quase sempre palavras-chave com menos procura mas também com intenções mais esclarecidas.

Marketing de conteúdo - Estratégia de criação de conteúdos que tem como objetivo a captação de futuros clientes através do consumo desses mesmo conteúdos.

Motor de busca (Search engine) - É um programa que procura nas suas bases de dados os melhores resultados possíveis para uma determinada pesquisa. O Google é o mais conhecido.

NAP (Name, Address, Phone Number) - É o acrónimo usado para nos referirmos a citações locais. Algo muito importante quando pretendemos construir autoridade a nível de SEO local.

Nofollow - É o atributo que se coloca em um link com o objetivo de transmitir ao Crawler que esse link não deve ter a mesma preponderância a nível de SEO que um link “dofollow”.

Tráfego orgânico (organic) - É a designação para uma fonte de tráfego que neste caso se refere a todas as visitas que tèm como origem um click em um resultado de pesquisa não pago. É a principal métrica a ter em conta quando falamos de SEO.

Tráfego pago (paid) - É também um designação para um fonte de tráfego mas neste caso que se refere a todo o tipo de clicks que surgem como consequência de uma campanha, seja ela através de Adwords, Facebook Ads, etc.

Tráfego por referência (referall traffic) - É todo o tráfego que surge como uma referência de outros sites. É como se fosse uma recomendação de outros ao nosso site.

Tráfego social - Todo o tráfego que é originado de forma orgânica através das redes sociais, Facebook, Linkedin, Pinterest, Instagram, etc..

Fontes de tráfego (traffic sources) - São todos os tipos de tráfego que chegam até ao nosso site. Orgânico, Pago, Social, Referência, Direto. O ideal de qualquer projeto é ter o máximo tráfego direto possível, o que significa que os utilizadores já conhecem o site e entram diretamente no site escrevendo o seu URL no Browser.

Google Search Console (Antiga Webmaster Tools, WMT) - É uma ferramenta gratuita que o google disponibiliza aos webmasters. Através desta ferramenta podemos analisar e medir diferentes métricas (CTR, impressões, Clicks, Posição de kw’s, número de páginas indexadas, etc) e detectar também alguns erros de rastreamento.

Visita - Trata-se de um acesso a um site e o mesmo visitante pode fazer mais que uma visita no mesmo site e no mesmo dia. Por exemplo, o Google considera que cada sessão/visita dura no máximo 30 minutos, então se um visitante entrar de manhã em um site e à tarde voltar a entrar nesse mesmo site, são contabilizadas duas visitas.

Visitantes - É o usuário que interage com um site durante uma visita. Ou seja, aqui estamos falando do indivíduo.

Novo visitante - É o visitante que até esse momento nunca tinha entrado no site.

PBN (Private Blog Network) - São um conjunto de sites ou blogs privados que estão linkados entre si. O principal objetivo desta prática é a manipulação dos resultados de pesquisa dos motores de busca através da captação de vários backlinks.

Páginas vistas (Page views) - Número de páginas visualizadas por um visitante. Um visitante pode visualizar mais que uma página.

PPC (Pay per click) - É um modelo de anúncios online em que os anunciantes pagam por cada click, como o próprio nome indica.

Ranking ou Posição - É o lugar onde está posicionado uma determinada página para uma determinada pesquisa. Este conceito está sempre associado a motores de busca como o Google. O ranking é tido em conta para uma determinada keyword o que significa que uma página poderá estar bem posicionada para uma palavra-chave e para outra estar pior posicionada.

Redirect - É o método que se usa para redirecionar um usuário através de mais que uma URL sem que este tenha que tomar nenhuma ação. Existem vários tipos de redirecionamentos sendo o 301 o mais conhecido.

Remarketing ou Retargeting - São um tipo de campanhas em que os anunciantes mostram o seus anúncios a usuário que já tenham interagido com o seu site anteriormente. Este processo é feito com a ajuda de Cookies.

ROI (Return on investment) - Retorno do investimento. Nada mais nada menos que a diferença entre o que se gasta e o que se obtém com as diferentes estratégias de Marketing. Para um negócio ter um ROI positivo deve ganhar mais do que aquilo que gasta.

Query (Pesquisa) -  É a termo que se usa quando nos queremos referir às palavras que um usuário coloca em um motor de busca. Exemplo: “Comprar site no Trustiu”.

SEO - Significa Search Engine Optimization e são todas as estratégias, métodos e técnicas que se levam a cabo com o objetivo de melhorar o posicionamento orgânico de um site ou páginas nos motores de busca.

SEM - Significa Search Engine Marketing e são também todas as estratégias que visam a divulgação de um site nos motores de busca, estando normalmente estas estratégias associadas a campanhas pagas. SEM e SEO devem andar de braço dado e são estratégias complementares.

SERP - Significa, Search Engine Result Page, ou seja, trata-se da página que mostra os resultados para uma determinada pesquisa.

Segmentação - Processo que consiste em segmentar uma audiência com o objetivo de a impactar com algum conteúdo, anúncio, etc.

Sitemap - É uma página de um site ou um ficheiro que mostra todas as páginas que um motor de busca consegue ver desse mesmo site. É uma ferramenta muito útil que ajuda os motores de busca e os usuários a entenderem melhor por onde se divide todo o conteúdo do site.

Short tail keyword ou Top tail keyword - São palavras-chave mais gerais e curtas que normalmente são muito abrangentes. Exemplo “Vender site”. Normalmente são também mais difíceis de trabalhar e conseguir bom posicionamento. 

URL - Significa Uniform Resource Locator e é aquilo a que chamamos o endereço de uma página.

White hat - É o termo utilizado em marketing digital para denominar uma prática ética. Ou seja, é o oposto de Black hat. 

Palavras, siglas e conceitos mais usados no Trustiu:


Monetização - Quando dizemos que um site ou projeto está monetizado significa que de aguma forma esse site está ganhando dinheiro. Ou seja, monetização é a forma pela qual um negócio ganha dinheiro e existem várias modelos de monetização (AdSense, Afiliados, Subscrições, etc). 

Afiliados - Podemos dizer que afiliados são como representantes de uma marca ou produto que ganham dinheiro pela divulgação e venda desse mesmo produto. Os afiliados recebem uma comissão por cada objectivo que cumprem, como por exemplo, gerar um lead, uma venda, etc. 

SaaS - Software as a Service, ou seja, Software como um serviço, é isto que significa esta sigla. Trata-se de um programa que não tem necessariamente de ser instalado no computador e que permite usufruir de um determinado serviço. Podem ser gratuitos ou pagos. (Ex: Gmail, Zendesk, Dropbox)

CMS - Content Management System, ou seja, Sistema de Gerenciamento de Conteúdos. Através deste sistema podemos por exemplo administrar os conteúdos de um site. Entre os CMS's mais populares estão o WordPress e Joomla.

WordPress - Como já foi dito trata-se de um CMS e é uma das ferramentas mais utilizadas para a criação de sites e blogs.

FBA - Fulfillment by Amazon, trata-se provavelmente da terceirização mais conhecida do processo de fulfillment, que neste caso é operado pela Amazon. 

SimilarWeb - Trata-se de uma das mais conhecidas companhias de rastreamento de dados de sites. Através do SimiliarWeb podemos analisar o ranking que esta empresa atribui a um site, sendo esta normalmente a primeira abordagem às métricas de um site.

Múltiplo de venda - Se entrar no Marketplace do Trustiu verá que todas as propriedades têm um múltiplo de venda. Este múltiplo serve para colocar um preço de venda numa propriedade, e significa que a propriedade está a venda por X vezes o seu faturamento mensal. Por exemplo, uma propriedade à venda por 24.000€ com um faturamento de 1.000€ mensais significa que tem um múltiplo de venda de 24 vezes. Isto é, mantendo o seu faturamento você vai demorar 24 meses a recuperar o seu investimento.

Contate com o Trustiu

Faça parte da nossa lista de emails

Seja o primeiro a receber as nossas novidades e os melhores negócios publicados no Trustiu.